Fortificações das Linhas de Torres no Google Earth

Clique na imagem, para baixar o ficheiro.Captura de tela 2015-07-06 02.02.14
Levantamento cartográfico actualizado em 03.08.2018.

Ficheiro actualizado com as Linhas de Oeiras e de Almada

O sistema defensivo das Linhas de Torres consistia numa tripla linha de redutos,  formando uma barreira delimitada pelo oceano e pelo rio Tejo, a que se juntaram mais duas linhas ao sul do Tejo (Almada e Setúbal). A 1ª linha tinha uma extensão de 46 km e ligava Alhandra, junto ao rio Tejo, à foz do rio Sizandro, em Torres Vedras. A 2ª linha, construída cerca de 13 km a Sul da 1ª, tinha uma extensão de 39 km e ligava a Póvoa de Santa Iria a Ribamar. A 3ª linha, que consistia no perímetro defensivo da praia de embarque – S. Julião da Barra -, a cerca de 40 km a Sul da 2ª linha, tinha uma extensão de 3 km e ligava Paço de Arcos à Torre da Junqueira (linha de Oeiras). Poderá saber mais sobre as Linhas de Torres aqui.

As três linhas ao norte do Tejo estendiam-se por quase 90 km e eram constituídas, inicialmente, por 152 fortificações, guarnecidas com 600 peças de artilharia, depois completadas e reforçadas com novas fortificações, construídas após Outubro de 1810.

Algumas destas fortificações já não existem e doutras apenas restam ruínas, muitas vezes dificilmente perceptíveis no terreno. No entanto, a grande maioria das obras militares ainda subsiste, sendo possível reconstituir o conjunto, em planta, e visitar um grande número delas.

Neste ficheiro, visualizável no Google Earth, tem acesso à localização georreferenciada de praticamente todas as fortificações das Linhas de Torres Vedras (com excepção da linha de Setúbal), nomeadamente das três linhas ao norte do Tejo e da linha de Almada. A localização das fortificações de Oeiras e de Almada é o mais aproximada possível, atendendo a que a maioria já não apresenta qualquer vestígio ou se encontra sob construções posteriores.
São também apresentados os quartéis-generais e as as fortificações ou locais onde foram colocados equipamentos telegráficos para a transmissão de informações ao longo das linhas.

Pode ainda obter aqui uma lista com o número de ordem e as coordenadas geográficas das fortificações das duas primeiras linhas ao norte do Tejo.

Nota – O ficheiro pode ser reproduzido para fins não comerciais, fazendo-se referência à fonte e à autoria.

© Isabel de Luna / 2011-2018.
Anúncios
Esta entrada foi publicada em . com as etiquetas , , . ligação permanente.

9 respostas a Fortificações das Linhas de Torres no Google Earth

  1. Florbela Estêvão diz:

    Parabéns pelo excelente trabalho!

  2. vítor soares diz:

    Excelente. Parabens

  3. Paula Henriques diz:

    Muito bom, espero que lhe dêem o reconhecido mérito deste trabalho magnífico!

  4. Isabel Luna diz:

    Obrigada a todos. É muito bom saber que o nosso trabalho é útil para os outros.

  5. NMM diz:

    Como se pode visualizar as Fortificações das Linhas de Torres no programa GoogleEarth?

  6. Joaquim Jorge diz:

    Muitos parabéns!

  7. Fernando Liz diz:

    Muitos Parabéns, isto está francamente Muito Bem feito :)
    Deixo uma contribuição
    Forte da Carvalha (Obra Militar n.º 10), vista 360º no Google Maps street view
    https://www.google.com/maps/@38.973011,-9.103688,3a,75y,185h,90t/data=!3m7!1e1!3m5!1szF-oilz4J5IAAAQfDWSxMA!2e0!3e11!7i9728!8i4864
    Vou incluir o link deste site lá

  8. Isabel Luna diz:

    Muito obrigada. :)
    Parabéns também pelas excelentes fotografias.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s